Home Tecnologia A Evolução Tecnológica

A Evolução Tecnológica

por Redação EstraBlog

A Evolução Tecnológica, à partir da Segunda Guerra Mundial ocorreram as principais descobertas tecnológicas em eletrônica: o primeiro computador programável e o transistor, fonte da microeletrônica, o verdadeiro cerne da Evolução das Tecnologias da Informação no século XX. Mas só nos anos setenta, é que as novas tecnologias da informação se difundiram amplamente.

CRONOLOGIA

  • 1947 – invenção do transistor (semicondutor, chips) na empresa Bell Laboratories, Nova Jersey (EUA).
  • 1951 – invenção do transistor de função.
  • 1957 – circuito integrado (Cl) inventado por Jack Kilby.
  • 1959 – invenção do processo plano pela empresa Fairchild Semiconductors.

A evolução tecnológica

Nos anos sessenta, a tecnologia de fabricação avançava e poderia-se melhorar o desempenho dos quocientes intelectuais. Havia aumento da produção e uma rápida queda dos preços. A maior parte dela se destinava ao uso militar.

Em 1951, o primeiro computador comercial, o UNIVAC-1, surgiu e teve sucesso no processamento dos dados do censo de 1950. A partir daí, contando com a pesquisa do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), a evolução foi muito rápida.

1971 – O engenheiro da Intel, Ted Hoff, em Silicon Valley, havia inventado o microprocessador, que é o computador em um único chip.

ENIAC, o primeiro computador em 1946. Nasceu na Universidade de Pensilvânia, com o primeiro computador de propósito geral, ou ENIAC, patrocinada por Mauchly e Eckert.

O processo foi inventado em 1975 (Altair) e o primeiro produto comercial de sucesso. O Apple II, em 1977.

Em 1981, a era da difusão informática começou com a Apple e a IBM, criando o Computador Pessoal (PC). Rapidamente se tornou o nome genérico de computadores, cuja clonagem é praticada em grande escala. Especialmente na Ásia.

Uma condição fundamental para a difusão dos computadores foi concluída com o desenvolvimento de software, em 1976, Bill Gates e Paul Allen fundaram a Microsoft, primeiro em Albuquerque e, em seguida, em Seattle, que se tornou o gigante da programação.

No ano de 1990 caracterizaram-se pela extraordinária versatilidade de transformar o processamento e armazenamento centralizado de dados em um sistema compartilhado e interativo de computadores em rede.

Conheça um pouco a História do primeiro Celular e o Avanço até hoje

Nossa história começa em 1888, quando o físico alemão Heinrich Hertz (nomeado assim por unidade de medida de frequência Hertius) transmitiu pela primeira vez, os códigos sonoros, ao ar, o que permitiu não só o desenvolvimento dos transmissores de rádio, mas também a primeira chamada telefónica intercontinental, em 1914.

Vinte e seis anos mais tarde, em 1940, foi criado um sistema de comunicação remota. Este sistema permitia a mudança de canais de frequência, evitando interceptações no sinal.

Sete anos mais tarde, a empresa tecnológica norte-americana Bell, que hoje faz parte da AT&T, usou essa tecnologia para desenvolver um sistema telefónico ligado por várias antenas. Este dispositivo era chamado de “células”.

Em 1956, a Ericsson decidiu fundir todas as tecnologias desenvolvidas anteriormente. Finalmente, criar o celular, denominado Ericsson MTA (Mobilie Telephony). O dispositivo só era móvel, se ele estava no carro, porque pesava cerca de 40 quilos, e o custo de produção também não facilitava a sua popularização.

O primeiro celular lançado no país, em 1990, foi o Motorola PT-550 (acima), inicialmente vendido no Rio de Janeiro, e depois em São Paulo. O dispositivo já era um pouco mais compacto. Desde o seu lançamento até hoje, os celulares passaram por cinco gerações e agora estão transmitindo à sexta geração. Saiba um pouco sobre cada um deles:

As 5 gerações dos celulares

– A primeira geração, ou 1G, a fase analógica, dominou o mercado nos anos 1980;

– A segunda geração, ou 2G, o início da era digital, desenvolvida no final dos anos 1980 e início dos anos 1990. Usava os sistemas CDMA e TDMA.

– A segunda geração e meia, ou 2,5G. Uma versão melhorada da 2G, com melhor transmissão de dados;

– A terceira geração, ou 3G. A atual geração de celulares em boa parte do mundo. Operando desde o final dos anos 1990, possibilitou o acesso à internet entre outras funções digitais avançadas;

– A terceira geração e meia (3,5G), assim como a 2,5G, é uma evolução da geração anterior, a 3G. Com maior velocidade de conexão com a internet, o que a aproxima da velocidade da internet banda larga convencional;

– E por fim a quarta geração (4G), sendo usado atualmente

Artigos Relacionados

Gostaríamos de saber a sua opinião. Comente!