Home Empregos Como ser Aprovado em Concurso Público

Como ser Aprovado em Concurso Público

por Redação EstraBlog

Concurso Público, a cada dia antes que você estude a matéria desse dia, comece por rever a matéria que você estudou no dia anterior (normalmente, para cada 1 hora de estudo em um dia, a revisão do dia seguinte deve durar de 10 a 12 minutos).

Isso será feito em todos os dias de estudo, ou seja, irá se acostumar a rever a matéria estudada no dia anterior.

Se em um dia estudou, por exemplo, 3 horas, sendo 1h30 de Português e 1h30 de Contabilidade, no dia seguinte, antes de começar a estudar o tema do dia, deverá verificar de 15 a 18 minutos de Português, e de 15 a 18 minutos de Contabilidade (lembre-se que a revisão deve durar de 10 a 12 minutos para 1 hora estudada).

Claro, você pode gastar um pouco menos ou um pouco mais de tempo em cada revisão, mas não deve ser uma revisão muito rápida, e não pode ser um exame muito longo….

Como ser Aprovado em Concurso Público

Você deve estar em média de 10 a 12 minutos de tempo do sistema para cada 1 hora de estudo.

A partir do oitavo dia de estudo, além de analisar o tema do dia anterior, também analisará o tema que estudou uma semana antes.

Este sistema deve ser um pouco mais rápido do que os sistemas de 24 horas, usando-se cerca de 6 a 8 minutos por cada hora de estudo.

A partir de seu primeiro mês de estudo, você terá que rever o tema do dia anterior (sistema de 24 horas), também terá que revisar o tema estudado, 1 semana antes, e agora, também, adicionados aos sistemas que você estudou há 30 dias (este sistema será ainda mais rápido, com apenas um passe de olho, e leva de 4 a 6 minutos, em média, por hora estudada).

Parece que isso pode parecer muito tempo, ou que vai passar muito tempo para começar a estudar o tema do dia, porque sempre vai ter que ler o tópico de três dias inteiros estudados, mas posso dizer que, como as revisões tendem a ser mais rápido e mais rápido, não vai demorar tanto tempo como isso, e o mais importante de tudo, nada vai avançar com o tema da matéria, se a retenção de conteúdo é baixa!

Dicas de como Passar no Vestibular

Se afaste de pessoas baixo astral.

Compre bons livros e caso tenha condições financeiras inscreva-se em algum curso preparatório.

Conheça a banca que prepara as provas de concursos públicos que você vai prestar.

Entre em fóruns (internet).

Faça muitos exercícios e provas antigas.

Faça resumos, leia com atenção e não com rapidez.

Fuja das distrações, mas não deixe de ter um período de lazer para relaxar de vez em quando.

Nunca desanime!

Não deixe para depois o que você pode estudar hoje.

Não desperdice seu tempo com atividades desnecessárias que atrapalhem a efetividade dos estudos.

Não dê atenção a boatos (não é à toa que são boatos!).

Não menospreze os outros candidatos.

PROGRAME O SEU DIA-A-DIA EM FUNÇÃO DO CONCURSO! Não abra exceções.

Pegue experiências com os concurseiros mais antigos.

Pergunte. Se não sabe, questione! Pode ser a questão que vai cair na sua prova.

Prepare-se com antecedência para o dia da prova. Conheça o local onde ela será realizada e evite imprevistos.

Procure organizar seus horários, e siga-os rigorosamente!

Se fizer um concurso público e não passar, não desista, e se dedique mais ainda nos estudos.

Seja confiante e acredite que você é capaz de passar no concurso público que escolheu.

Trace seus objetivos, escolha o concurso público que quer prestar e vá em frente.

Alguns motivos que pode impedir sua Aprovação

Falta de atenção ao estudar

Sem uma rotina, o desempenho será afetado. Precisamos de uma abordagem para cumprir o currículo.

Desligue o televisor e o computador e coloque o telefone no modo silencioso. Se alguém o chama, evite o cumprimento ou diz que volta mais tarde. Pouco a pouco você se acostuma a fazer isso – e os outros também.

Questionamento eterno

A Internet é uma excelente fonte de informações, se usar bem. Mas há pessoas que se perdem procurando o material perfeito, a técnica de estudo perfeita, o vínculo com o conselho.

Isto leva a uma enorme quantidade de tempo e alimenta a sensação de que sempre falta algo.

Falta de objetividade

Há pessoas que querem aprofundar os outros conteúdos, desde o princípio, porque não acha que já aprendeu o suficiente. Também procura deduzir todas as fórmulas e saber a origem dos conceitos.

Assim, perde-se muito material, ou nos resumos do infinito. O estudo não avança e a pessoa nunca chega a conhecer nem a mais importante de todas as disciplinas.

Ficar preso em “nós” no conteúdo

Pode acontecer que um tema isolado seja tão difícil de entender que é melhor deixá-lo aí.

É inútil passar muito tempo tentando entender um ponto muito difícil, sempre e quando não seja a base para entender o que vem depois. No futuro, pode ser possível desatar esse nó específico.

Problemas no ritmo de estudos

O ritmo muito lento é aceitável, enquanto que o candidato se adapta à nova rotina, organize a vida e melhor os primeiros falam os sujeitos.

Depois de algum tempo, é importante que o estudo “corpo”, é dizer, que o ritmo seja mais forte, para que os resultados possam ser percebidos.

Isso gera uma reação positiva, e retroalimenta a realidade da motivação para manter ou até mesmo intensificar (se possível) ou o passo.

Não acelerar no final

Mesmo depois de construir um forte ritmo de estudo, ainda é necessário saber como pressionar a tecla “turbo” quando se faz um bom anúncio.

Nesse momento, pode ser necessário um ritmo de estudo muito forte, abrindo mão de quase tudo que não seja o estudo (mas preservando a saúde).

Não saber quando fazer as provas

Não tem sentido querer fazer um teste antes de ter visto o conteúdo que será cobrado.

Neste caso, os dois meses que se passaram entre o anúncio e a prova de que o candidato vai usá-lo para estudar matérias específicas da competição (com muito poucas possibilidades de superação) poderiam ser utilizados para um melhor estudo das disciplinas básicas e ter maiores chances de não seguir a competição.

Trocar constantemente de área

Já que as pessoas são diferentes, faz o contrário: aqueles que querem fazer todas as provas e mudar de foco o tempo todo.

Com isso, não investem todos os seus esforços em uma área, ou aproveitam o conhecimento de um concurso público para outro. Também não estão aprovados.

Dificuldades para fazer prova

Há gente que sabe muito, mas não se pode ter uma boa semana, no momento da prova. Pode ser devido a fatores emocionais, a falta de uma estratégia de alocação de tempo ou a atenção para as declarações.

Alguns candidatos tentam a sua sorte, sem ter resolvido em casa uma prova do mesmo banco para conhecer o estilo dos problemas.

Qualquer que seja a razão, há uma solução. Deve-Se identificar a causa para cortar a borda.

Falta de avaliação sobre o desempenho

O resultado de uma prova, embora não garanta a aprovação, é muito importante para o projeto.

Avaliar a pontuação corretamente, fornece um indicador rico para corrigir a estratégia.

Artigos Relacionados

Gostaríamos de saber a sua opinião. Comente!