Home Saúde Nutrição moderna aplicada no dia a dia

Nutrição moderna aplicada no dia a dia

por Redação EstraBlog

A nutrição moderna é uma ciência complexa. O progresso da investigação científica sobre nutrição nos últimos anos é significativo. Ainda não fomos capazes de descobrir a verdade definitiva sobre a nutrição. Estamos começando a entender a relação entre a dieta e nossa saúde.

Vivemos em um mundo de nutrição moderna. Quase todo mundo está de dieta. Perguntamos para os nutricionistas sobre as calorias, carboidratos, gorduras, proteínas, restrições e listas de alimentos bons e ruins.

A cada dia nos surpreendemos mais com uma nova descoberta, proclamando os benefícios para a saúde. Invensão de um determinado alimento ou a melhor forma de perder peso em uma semana.

Malefícios do Sódio para Saúde

O perigo reside no consumo excessivo de produtos que contêm grandes quantidades de sódio. Também na ingestão excessiva de sal quando salgamos a comida.

1g de sal tem em média, 400 mg de sódio. Segundo o Ministério da Saúde, a recomendação para a ingestão de sódio é de 1.600 a 2.000 mg de sódio. Isto equivale a 4 a 5 g de sal por dia.

Nutrição moderna aplicada no dia a dia

Em excesso, o sódio aumenta o risco de hipertensão arterial, acidente vascular cerebral, catarata, pedra nos rins e câncer de estômago.

Dicas para Reduzir o Consumo de Sódio no seu Dia

O primeiro passo é abandonar o hábito de colocar sal na mesa ou adicionar sal aos alimentos. Mesmo antes de experimenta-los.

Se você cozinha com frequência até mesmo para os que o fazem, eventualmente, é necessário ter o cuidado de não produzir dependência com os pratos cada vez mais salgados.

Vale a pena investir em temperos alternativos, como orégano, hortelã, salsa, cebolinha, cebolinha, pimenta ou limão, alho, cebola ou azeite de oliva. Ou o uso de temperos, como ervas desidratadas. Estes temperos ajudam a reduzir a base de sal de saladas, dando um sabor salgado.

A importância de fazer várias refeições durante o dia

Devido às tensões da vida diária, a falta de tempo, a dificuldade de levar para o trabalho os lanches de casa e, muitas vezes, a falta de opções de alimentos mais saudáveis, muitas pessoas continuam a fazer apenas 3 refeições ao dia. As básicas: café da manhã, almoço e jantar.

Muitos ainda não almoçam, apenas comer algo a meio da manhã. Ainda se fala muito em entrevistas de profissionais nutricionistas na televisão, jornais e revistas sobre o fato de que é melhor dividir em 5 a 6 refeições por dia. Este hábito é muito difícil de seguir para muitas pessoas.

O fracionamento das refeições ajuda a diminuir o apetite para a próxima refeição. Comer menos em menores frações, diminui o peso corporal.

 Veja Alguns Exemplos de como deve ser sua alimentação diária

Café da manhã.

Sanduíche com geleia de fruta, ou margarina sem sal com frios magros, com 1 xícara de café com leite ou suco de fruta ou 1 iogurte.

Lanche da manhã.

Fruta ou 1 iogurte ou alguns biscoitos salgados.

Almoço.

1 a 2 tipos de carboidratos (por exemplo, arroz e batata cozida), feijão, 1 tipo de carne e salada (pelo menos uns 3 tipos).

Lanche da tarde.

Mesmas opções do lanche da manhã.

Jantar.

Mesmas opções do almoço, porém em menor quantidade ou sanduíche com café com leite, ou iogurte.

Ceia.

Fruta ou 1 iogurte com granola/linhaça, etc.

Em outras palavras, uma dieta equilibrada deve ser rica em frutas, vegetais e cereais, pobre em alimentos ricos em gordura, baixo teor de açúcar e ricos em líquidos, principalmente água.

Adquirindo uma dieta como essa, e continuando com o exercício, você será mais saudável.

Curiosidade e Benefícios do pH na água

Você sabia que o pH da água que bebe faz muita diferença quando se trata de saúde? E isso, além da hidratação, a água com um pH alto, traz muitos benefícios para sua vida?

Para o nosso corpo é muito importante que os líquidos que ingerimos sejam alcalinos e ricos em minerais.

O nosso corpo, quando gera energia que consome os elétrons, gera um resíduo ácido (excesso de prótons H+). Nosso corpo precisa eliminar o excesso de ácido.

A acidose é uma das causas da osteoporose. Quando se tomam líquidos muito ácidos (por exemplo, refrigerados), gera-se uma situação metabólica, no nosso corpo que estimula a perda de massa óssea.

No Japão, existem 2 hospitais que trabalham com água não tratada contra doenças funcionais. Esta água tem um pH ideal que oscila entre 9 e 10.

Por que devemos cortar o Açúcar

O açúcar não é apenas uma caloria vazia. So é um pequeno prazer de sabor sem nutrientes.

O açúcar é um antinutriente, além de não trazer nada de benéfico para o corpo, rouba nutrientes, principalmente minerais, que já estão no nosso corpo.

Mas o problema não para por aí. Pesquisas recentes mostram que o consumo prolongado de grandes quantidades de açúcar (o que ocorre hoje em dia em todo o mundo) leva a uma condição conhecida como síndrome metabólica (resistência à insulina), que é considerado agora o problema fundamental em casos de obesidade.

O açúcar, por causa da forma original em que se metaboliza e o impacto que tem em nosso corpo, pode ser a causa de inúmeras doenças crônicas, como a hipertensão, doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e alguns tipos de câncer.

Alguns alimentos brancos que não lhe trazem benefício

Farinha de trigo branca

É quase amido puro e não tem nada de natural.

Seu processo de produção de uma substância chamada “aloxana”, que é um veneno que em experimentos de laboratório causou diabetes em ratos saudáveis.

Açúcar refinado

Para começar, o açúcar refinado não pode ser considerado um alimento porque é completamente químico.

Tenha em conta que para o açúcar de sua casa ficar branquinho é executado a cal, que mata todas as vitaminas que contém.

E para piorar a situação, adicionam dióxido de carbono, para acelerar o efeito da cal.

Depois de passar por sulfato de cálcio e o ácido sulfúrico, o produto é goma de mascar fina.

Finalmente, tenha em conta que o açúcar não tem vitaminas, gorduras, fibras ósseas ou qualquer outro benefício para a nossa dieta.

Arroz branco

O arroz aumenta a glicose no sangue, contribuindo para diabetes.

Tal como acontece com o açúcar, o arroz, para deixá-lo em branco, passa por um processo insalubre, o que o torna um amido desprovido de nutrientes.

Artigos Relacionados

Gostaríamos de saber a sua opinião. Comente!